Por Alexandra Vidal Se você já fez uma longa viagem, seja de automóvel ou avião, e está planejando sua primeira viagem internacional com crianças pode estar bem desesperado imaginando como sobreviver a um vôo que dura mais de três horas. Não precisa entrar em pânico! Nós do Trechos e Milhas temos 10 conselhos imperdíveis para vencer esta maratona. Em primeiro lugar, esteja certo de que viajar com crianças é uma experiência incrível e muito divertida. Basta que saiba como fazer isto da maneira correta. Voamos com nossos filhos desde quando eles eram ainda bem pequenos (8 meses a Maria Clara e 1 ano o Marcio), e como crianças são absurdamente ajustáveis, isto facilitou muito todo processo de adaptação. Não vamos mentir… nas primeiras vezes passamos alguns sufocos, e é por isto que hoje nos sentimos tão tranquilos em ajudar você a passar por tudo isto da maneira mais confortável e feliz possível. Se você já esteve num voo onde um bebê iniciou uma crise de choro sem motivo aparente (Em abril passamos as 9 horas de Miami a Zurique em um voo noturno com um bebê chorando), sabe bem como pode ser complicado para aqueles que querem dormir, e muito constrangedor para os “pobres” responsáveis pela criança aos prantos. Sim… viajar com os baixinhos pode ser terrível, se: * você não tiver nada para entretê-los; * se estiverem famintos e/ou cansados; * faltar-lhes divertidas surpresas e atividades inéditas * se estiverem desconfortáveis (roupas, calçados, temperatura, etc) Vamos às dicas: 1. Prepare antecipadamente seu filho para os voos internacionais. Apresente-lhes esta experiência como uma grande aventura. Deixe-os sentir sua empolgação, mesmo se eles forem bebês. Então fale sobre os diversos aspectos da viagem, dando ênfase a tudo que é mais divertido. Pergunte a eles sobre suas expectativas e ouça-os com sincera atenção, e deixe-os navegar pela página da cia. aérea junto com você. Cada passo vai tornar-se um hábito natural e todas as vezes que forem viajar, eles serão capazes de fazer muitas coisas sozinhos. Permita que eles se envolvam na escolha dos assentos e também na organização das malas. E quando estiverem no aeroporto, deixe que leiam as placas e os painéis de informações dos vôos. Imagine como vão sentir-se independentes se os deixar entregar os documentos de checkin ao atendente? Olha o Márcio indo pra Roma com recém completos 6 anos:
Fato: quanto mais tiverem controle sobre a experiência do vôo, mais calmos e quietos seus filhos serão. 2. Assegure-se de levar comida suficiente para seu filho durante todo o voo. Em hipótese alguma confie apenas nas refeições oferecidas pela cia. aérea durante o vôo. É importante preparar, comprar ou encomendar com antecedência lanches e refeições do seu filho, e que sejam em variedade e quantidade suficiente para todo o vôo. Algumas companhias aéreas desconsideram os dados dos passageiros previamente, e podem não fornecer alimentos adequados ao paladar infantil. Imagine o quão agitada pode ficar uma criança com fome durante um vôo de 5 ou 6 horas? Não… melhor não arriscar jamais! Não esqueça de levar água e seus lanches favoritos. Antes do vôo dê preferência à alimentos saudáveis e leves, moderando o consumo de açúcar para que não fiquem desidratados no avião. E mesmo que precisem ir ao banheiro muitas vezes durante a viagem, beba muito líquido quando estiverem na aeronave. 3. Mexam-se! Isto mesmo. Mantenha seu filho em movimento durante os vôos internacionais Permita que seu filho perambule pelos corredores (sempre que for seguro fazê-lo), em especial as crianças mais novas. Além de mantê-los ocupados, vai ser de grande ajuda para liberar energia sair e com isto ficarem um pouco mais calmos. Sem contar que pode ser um bom entretenimento para outros passageiros, já que crianças educadas e alegres são sempre adoráveis. Lembra o que falamos sobre a ingestão de líquidos? Então… as freqüentes pausas para ir ao banheiro ajudarão seus filhos a continuarem andando. E se acaso você precisar ir ao banheiro, leve seu filho com você para que caminhe o máximo que puder. 4. Faça a pré-reserva de um berço Se você tiver um bebê, chegue mais cedo e faça a reserva do berço.  Eles podem ser um salva-vidas ao voar internacionalmente com crianças. Mas por que é importante chegar mais cedo? Porque para cada avião há um número limitado de berços disponíveis. Outro bom motivo pra usar o berço é que você vai ter um espaço extra para as pernas, pois eles sempre ficam numa posição onde não há lugares à sua frente. 5. Prepare uma mochila de entretenimento para vôos de longa distância Recheie esta mochila de coisas para divertir seus filhos. Livros, revistas de colorir, caderno de atividades, revistas em quadrinhos, brinquedos menores, massinha de modelar, adesivos, quebra-cabeça, um edredom quentinho (na maioria das vezes a companhia aérea fornece, mas já aconteceu de não ter). No celular ou tablet, faça antecipadamente o download de jogos e filmes. Verifique antes se a companhia aérea tem aplicativo de entretenimento, depois que decolar não tem mais internet pra você baixar, em voos nacionais eu adoro usar o aplicativo de uma companhia nacional pra ver o mapa e saber quanto tempo falta pra chegar. E antes de sair de casa esteja certo de que estejam carregados. Uma dica excelente é fazer um saquinho de surpresas. Para isto, vá a lojas de baixo custo e compre various pequenos joguinhos e brinquedos. Embrulhe-os individualmente e a cada hora do vôo deixe que a criança desembrulhe um. Fazendo isto, seus filhos ficarão animados e curiosos, livrando-se do tédio tão comum nesta faixa etária. E se estiver viajando com um bebê, nossa dica é oferecer um bichinho de pelúcia e um brinquedo de morder. 6. Utilize o sistema Inflight de entretenimento para crianças Por mais “gadgets” que tenhamos em mãos, sempre teremos um prazer diferente só utilizar as telas de entretenimento a bordo em aviões. Afinal, esta é uma das experiências que tornam os passeios de avião especialmente emocionantes, tanto para crianças quanto para os adultos. Crianças são fascinadas por tudo que é novo e o diferente desperta em suas mentes a criatividade e o desejo de conhecimento. O simples elemento surpresa da programação oferecida pela cia. aérea já é suficiente para causar-lhes encantamento. Lembre-se: você deseja que eles vejam o ato de voar como uma grande aventura, e esta é uma grande ferramenta para tornar isto real. Uma das primeiras coisas que nossos filhos fazem ao embarcar num avião é zapear pelo sistema de entretenimento. É maravilhoso vê-los vibrar quando encontram algum filme, programa ou jogo de seu interesse. Neste momento é importante interagir e se divertir com eles, então jogue com eles, assista junto com eles algum filme… mas aqui vai nossa sugestão favorita: acompanhem o trajeto do avião pelo mapa de bordo. É muito divertido falar sobre cada país que estamos sobrevoando! 7. Faça com que seu filho fique confortável no assento do avião. Ao embarcar, acomodem-se em seus assentos com todas as coisas que necessitam para o vôo. Sabe aquela sacola de entretenimento que você preparou? Coloque-a embaixo do assento à sua frente. Separe as coisas que vão usar com maior frequência e coloque-as no bolso do assento à frente. Caso possa pagar, considere um upgrade para ter maior espaço entre os assento, pois este espaço extra faz muita diferença ao viajar com crianças. Uma outra opção que pode ajudar a gerar conforto é trazer um travesseiro de pescoço. Nossos filhos adoram carregar os seus. É importante sempre levar um casaco e calças compridas para o seu filho, porque dentro dos aviões pode fazer muito frio. No caso de crianças menores, recomendamos  colocá-las em pijamas para pontuar o momento de dormir. Ainda que não durmam, isso pode ajudá-los descansar. As  crianças mais novas devem ir sentadas no meio ou no assento da janela, para que você possa protege-las de quaisquer golpes e acidentes do corredor; além de ser mais tranquilo para dormir. Desta forma você vai sentir-se um pouco mais seguro para cochilar, sabendo que nada vai lhe escapar. As viagens de avião podem desidratá-los, então leve uma loção para as mãos e protetor labial. (A manteiga de karité é um bom creme natural.) 8. Ajude seu filho acumular milhas! Tão logo seu filho comece a voar, inscreva-o num programa de milhas e pontos. Nossos filhos são cadastradas em diversos programas de milhas e com isto já fizemos muitos vôos gratuitos. Dê a eles a missão de lembra-lo sempre de resgatar e trocar suas milhas. Eles vão adorar esta atribuição. Como dissemos a você na dica número 1, envolver seus filhos no planejamento de uma viagem é essencial para que eles tenham momentos maravilhosos. 9. E nos aeroportos? A espera por um avião no aeroporto pode ser uma experiência angustiante, principalmente se o avião atrasar ou se você tiver muitas escalas. Atenção à este detalhe no momento de comprar suas passagens! Isto  pode tornar a sua experiência de voo longa e exaustiva. Alguns aeroportos são projetados pensando também em crianças, enquanto outros são incrivelmente entediantes e desconfortáveis. É claro, nunca podemos subestimar as crianças! Elas sempre encontram maneiras de se divertir. Passe algum tempo com eles assistindo decolagens e pousos, pois isto os ajuda a ficarem mais animados para a grande aventura de avião. Se puder, permita que façam alguma compra em uma das lojas de alimentos enquanto esperam por seu vôo. Isso pode ajudá-los a passar o tempo. Uma opção que amamos é ir às livrarias e comprar algum livro novo ou revista. Você pode também sentar-se com eles e observar as pessoas que passam. Inventar histórias das pessoas que assistimos pode ser muito engraçado! 10. E quando o seu filho tem medo de voar? É absolutamente normal que uma criança sinta-se nervoso ou com medo de voar. Pensando nisto, separamos algumas dicas simples: 1. Converse francamente com eles sobre seus medos. Nunca finja que eles não existem. Direcione seu foco para um momento em que eles sentiram medo antes – talvez fosse outro vôo, e que tenham superado. 2. O que pode tornar-se  realidade? Faça com que lembrem-se de que a maioria das coisas que tememos nunca acontecem. 3. Foco total na recompensa no final do voo. Por que vale a pena voar para esse destino? Diversão. Diversão. Diversão! 4. Se uma turbulência atingir o seu vôo, explique que é como dirigir em uma estrada esburacada. O avião está passando por um caminho acidentado, e que isto acontece o tempo todo e não é nada a temer. 5. Peça ajuda ao seu filho… segure a sua mão no momento da decolagem e pergunte se eles vão te ajudar a ser corajoso. Permita que eles sejam os únicos a ajudá-lo e isso vai tirar a mente deles dos seus próprios medos. 6. Respire! profundamente….Apenas segure sua mão e repita como um mantra para ela em uma voz calma e calma, “Respire pelo nariz e solte pela boca, está tudo bem.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui