American Airlines estende isenção de taxa de alteração até setembro

A American Airlines atualizou sua política de isenção de taxa de alteração de voo.

Qualquer bilhete adquirido em ou antes de 30 de junho de 2020 para viagens até 30 de setembro de 2020 não incorrerá em taxas de alteração antes da viagem. No entanto, os passageiros devem pagar qualquer diferença de tarifa e “regras de tarifa podem ser aplicadas dependendo do bilhete”.

Os clientes podem alterar suas cidades de origem e destino, mas a viagem deve ser concluída até 31 de dezembro de 2021, informou a transportadora em seu site.

A American Airlines também disse que continuará limitando o número de clientes em cada aeronave.

“Os agentes americanos de atendimento ao cliente também podem reatribuir assentos para criar mais espaço entre os clientes ou para acomodar famílias que precisam estar sentadas juntas. Uma vez concluído o embarque – levando em consideração as restrições de peso ou balança da aeronave – os clientes podem mudar para outro assento dentro da cabine com emissão de bilhete sujeito à disponibilidade ”, afirmou a companhia aérea.

A transportadora anunciou em 30 de abril que todos os clientes que voam com a companhia aérea devem usar uma máscara facial a bordo da aeronave a partir de 11 de maio.

A American Airlines suspendeu mais de 60% de seus voos internacionais neste verão, em comparação com o mesmo período do ano passado, informou a companhia aérea. Segundo a transportadora americana, o corte de capacidade inclui uma redução de 80% na capacidade do Pacífico, uma redução de 65% na capacidade do Atlântico e uma redução de 48% na capacidade da América Latina.

Quer receber conteúdo gratuito do Trechos e Milhas sobre viagens e milhas aéreas? Acesse nosso canal Telegram!

Veja também: United transforma uniformes velhos em máscaras para funcionários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui