Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos” da National Geographic de 2021

Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos”: O Cerrado Brasileiro está entre os 25 lugares mais extraordinários do mundo eleitos pela Revista National Geographic Traveller

Com o lançamento da lista “Melhores Destinos do Mundo de 2021”, a National Geographic anuncia os 25 destinos extraordinários que definirão nossos itinerários futuros e inspirarão o público a “sonhar agora, conhecer depois”.

A lista foi criada, pesquisada e escrita em colaboração com as equipes editoriais internacionais da Revista National Geographic Traveller, que tem milhões de leitores e escritórios espalhados pelo mundo. Entre os destinos, o Cerrado Brasileiro foi escolhido na categoria “Lugares Selvagens Bonitos”.

“Melhores Destinos do Mundo 2021” é uma coleção otimista das histórias mais inspiradoras dos principais destinos para conhecer no ano que vem, e é dividida em cinco categorias: natureza, aventura, cultura, sustentabilidade e família. A lista ainda inclui sucessos de conservação, conquistas de preservação, resiliência cultural e histórias de comunidades.

Embora a pandemia tenha desacelerado completamente as viagens, ela não silenciou nossa curiosidade”, disse George Stone, editor executivo da National Geographic Traveller. “O mundo está cheio de maravilhas, mesmo quando são difíceis de alcançar. Este é o momento perfeito para descobrir algo novo sobre uma cultura ou lugar extraordinário em nosso mundo e, talvez, planejar a próxima viagem para quando chegar a hora certa. Antes de 2021, e na esperança de poder viajar novamente, temos o prazer de compartilhar essas 25 histórias de lugares atemporais que podem ajudar a definir nossos itinerários futuros. Para criar a lista, trabalhamos com a equipe editorial da National Geographic em todo o mundo, além de profissionais da fotografia, redação, exploração e, claro, pessoas apaixonadas por viagens, com o objetivo de informar sobre as comunidades e os lugares essenciais que esperamos visitar nos próximos anos ”.

Confira abaixo os destinos da lista “Melhores Destinos do Mundo de 2021” da National Geographic:

Categoria: AVENTURAS MÁXIMAS

Parque Nacional Los Glaciares, Argentina
Indicado pela National Geographic Traveller América Latina

Los Glaciares, Argentina | A geleira Perito Moreno – no Parque Nacional de Los Glaciares, na Argentina – é uma das únicas geleiras no mundo que está aumentando em vez de encolher. Ela faz parte do Campo de Gelo do Sul da Patagônia – a terceira maior reserva de água doce do mundo. FOTO DE JUERGEN SCHONNOP, EYEEM, GETTY IMAGES

Dominica
Indicada pela National Geographic Travel USA

Os que gostam de animais selvagens podem nadar ao lado de cachalotes na Dominica, mas a experiência é oferecida apenas por agências turísticas credenciadas, que seguem protocolos para garantir o bem-estar do animal. FOTO DE FRANCO BANFI, NATUREPL.COM

Região de Svanetia, Geórgia
Indicado pela National Geographic Traveller Polônia

Cercada pelos picos nevados da cordilheira do Cáucaso, Svaneti abriga alguns dos vilarejos mais isolados da Geórgia. Muitas das torres de vigia retratadas na imagem foram construídas na Idade Média para conter saqueadores. FOTO DE PUNNAWIT SUWUTTANANUN, GETTY IMAGES

Parque Nacional de Katmai, Alasca (EUA)
Indicado pela National Geographic Travel USA

Categoria: LUGARES SELVAGENS BONITOS

Cerrado, Brasil
Indicado pela National Geographic Travel USA

Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos”: O Cerrado brasileiro, a maior savana da América do Sul, é um paraíso para os tatus e centenas de outras espécies. FOTO DE PETE OXFORD, MINDEN PICTURES, COLEÇÃO DE IMAGENS NATGEO

Isle Royale, Michigan, EUA
Nomeado pela National Geographic Travel USA

Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos”

Yellowknife, Territórios do Noroeste, Canadá
Indicado pela National Geographic Traveller da República Tcheca

Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos”:Aurora boreal sobre Yellowknife, a capital dos Territórios do Noroeste do Canadá. FOTO DE SEONG-WON JANG, EYEEM, GETTY IMAGES

Lord Howe Island, Austrália
Nomeado pela National Geographic Travel USA

Mergulhadora em meio a recifes de coral perto da Ilha Lord Howe. A ilha vulcânica, localizada no Mar da Tasmânia, entre a Austrália e a Nova Zelândia, possui mais de 60 pontos de mergulho, incluindo a Pirâmide de Ball – o mais alto rochedo no mar do mundo. FOTO DE PETER UNGER, GETTY IMAGES

Categoria: ESTRELAS DA SUSTENTABILIDADE

Alónnisos, Grécia
Nomeado pela National Geographic Traveller Índia

Mergulhadores exploram uma infinidade de ânforas de um naufrágio ocorrido no século 5 a.C. — o primeiro aberto ao público na Grécia — no Parque Nacional Marinho de Alonissos e Espórades do Norte. FOTO DE ELENA BECATOROS, AP

Copenhague, Dinamarca
Indicado pela National Geographic Traveller Itália

CopenHill, considerada uma das usinas de transformação de resíduos em energia mais limpas do mundo, também funciona como pista de esqui e trilha de caminhada durante todo o ano em Copenhague, que pretende se tornar a primeira cidade neutra em emissões de carbono do mundo até 2025. FOTO DE LUCA LOCATELLI, NATIONAL GEOGRAPHIC

Nova Caledônia
Indicada pela National Geographic Traveller França

Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos”: As águas cristalinas da Nova Caledônia abrigam mais de nove mil espécies marinhas, incluindo arraias. FOTO DE CHRIS HOARE, EYEEM, GETTY IMAGES

Freiburg, Alemanha
Indicado pela National Geographic Traveller Germany

A vibrante cidade universitária alemã de Freiburg possui uma feira livre semanal em frente à sua catedral histórica e emprega diversas práticas recomendadas para um modo de vida sustentável. FOTO DE REINHARD SCHMID, HUBER, ESTOCK PHOTO

Gabão, África
Nomeado pela National Geographic Traveller Holanda

Desde 2005, o Projeto Gorilas de Loango vem acostumando gorilas das planícies ocidentais a humanos para fins de pesquisa e ecoturismo no Parque Nacional de Loango, Gabão. FOTO DE MARTIN HARVEY, GETTY IMAGES

Denver, Colorado, EUA
Indicado pela National Geographic Travel USA

Grupo de dançarinos astecas tradicionais se apresenta durante o Crush Walls 2019, popular festival de arte de rua em Denver, Colorado. Originária do México central, a dança é um tributo aos ancestrais e representa diferentes relações com a Terra, os animais, o tempo e os costumes. FOTO DE REBECCA STUMPF
Categoria: VIAGEM EM FAMÍLIA

Caminho da Costa da Inglaterra
Indicada pela National Geographic Traveler UK

Quando concluído em 2021, o Caminho da Costa da Inglaterra ligará trechos existentes, como o Caminho da Costa Sudoeste (na costa atlântica da Cornualha, retratada na imagem), com trechos recém-construídos para criar uma trilha costeira de 4,5 mil quilômetros. FOTO DE SEBASTIAN WASEK, SIME, ESTOCK PHOTO

Transilvânia, Romênia
Indicada pela National Geographic Traveller Romênia

Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos”: Fundada em 1211, Brasov é a porta de entrada para os prados de flores silvestres e as montanhas arborizadas da Transilvânia rural. FOTO DE ALEXANDER SPATARI, GETTY IMAGES

Costa Especial, Flórida, EUA
Indicado pela National Geographic Traveller Rússia

Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos”: O Rocket Garden, no Complexo de Visitantes do Centro Espacial Kennedy, em Cabo Canaveral, na Flórida, exibe os foguetes Saturn, Juno e Mercury-Redstone. FOTO DE ROBERT ORMEROD

Hortobágy, Hungría
Nomeado pela National Geographic Traveller Hungría

Área Indígena da Colúmbia Britânica, Canadá
Indicada pela National Geographic Travel USA

Brasil ganha lugar na lista dos “Melhores Destinos”
Categoria: CULTURA E HISTÓRIA

Guam
Nomeado pela National Geographic Travel USA

Em Guam, grupo de dança chamorro local faz um ritual de proteção no Cemitério Naval dos Estados Unidos, em abril de 2017. FOTO DE CHUCK LITTLE, ALAMY

Nações Pueblo, Novo México, EUA
Nomeado pela National Geographic Travel USA

Único local de nativos americanos a se tornar Patrimônio Mundial da Unesco e Marco Histórico Nacional dos Estados Unidos, Taos Pueblo é uma das comunidades mais antigas do país permanentemente habitadas. FOTO DE INGE JOHNSSON, ALAMY

Vitoria-Gasteiz, País Basco, Espanha
Nomeado pela National Geographic Traveller Espanha

A elegante Plaza Nueva (ou Plaza de España) é um ponto de encontro central na capital basca de Vitoria-Gasteiz. FOTO DE FRANCESCO BONINO, SHUTTERSTOCK

Gyeongju, Coreia do Sul
Indicado pela National Geographic Traveller Coreia

O Palácio de Donggung tem vista para as águas serenas do Lago Wolji, em Gyeongju, na Coreia do Sul. FOTO DE JOSHUA DAVENPORT, ALAMY

Tulsa, Oklahoma, EUA
Indicado pela National Geographic Travel USA

Multidão em torno do Black Wall Street Mural, o mural do centro cultural Black Wall Street, no Distrito de Greenwood, em Tulsa, logo após a inauguração em junho de 2018. A violência racial devastou esse distrito comercial de população predominantemente negra, que um dia foi próspero. Hoje, ocorre uma revitalização cultural e econômica. FOTO DE SHANE BEVEL

Tonglu, província de Zhejiang, China
Indicado pela National Geographic Traveller China

A pitoresca zona rural de Tonglu inspira artistas e escritores chineses há séculos, incluindo o famoso pintor Huang Gongwang. FOTO DE ANDY BRANDL, GETTY IMAGES

A lista dos “Melhores Destinos do Mundo 2021” também está disponível online em https://www.ngenespanol.com/traveler/los-mejores-lugares-del-mundo-para-viajar-en-2021-donde/.

Veja também: Livelo promove Natal Solidário

spot_img

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here

Trechos e Milhas