Chile reforça quarentena em meio a aumento de casos de covid-19

Chile reforça quarentena em meio a aumento de casos de Covid-19

As autoridades chilenas anunciaram nessa quarta-feira (17) uma série de medidas para restringir ainda mais a movimentação na capital Santiago e fortalecer as quarentenas em vigor no país, em meio a um aumento de infecções pelo novo coronavírus.

O Chile registrou até o momento 220.628 infecções e 3.615 mortes devido à pandemia, informaram autoridades do Ministério da Saúde ao divulgar os números diários sobre o avanço da covid-19 no país.

“Foi tomada a decisão de restringir as permissões o máximo possível. Ou seja, as pessoas só poderão sair duas vezes por semana para procedimentos essenciais e excepcionais”, disse a subsecretária do Interior, Katherine Martorell. “Se mais medidas forem necessárias, isso será feito”, acrescentou. Até agora, as pessoas tinham cinco permissões semanais para sair.

As autoridades descartaram por enquanto que a capital, onde a grande maioria das infecções está concentrada, seja submetida a uma “hibernação”, como sugeriu um centro de estudos, porque isso afetaria o acesso das pessoas a suprimentos e serviços essenciais.

Cerca de metade da população chilena, de mais de 18 milhões de habitantes, está em quarentena como medida contra o avanço dos casos, que foram inicialmente registrados no Chile nos primeiros dias de março.

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

Quer receber conteúdo gratuito do Trechos e Milhas sobre viagens e milhas aéreas? Acesse nosso canal Telegram!

Veja também: Airbnb: Protocolo avançado de higienização entra em operação no Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui