Dólar alto: como economizar na Disney

Mesmo com o dólar alto, muita gente vai aproveitar os meses de temporada mais baixa para curtir os parques da Disney. Entre março e maio, agosto e novembro, os valores ficam mais baixos e as filas menores. Desta forma, é legal se programar e anotar os eventos do parque nessas épocas, como o Mardi Gras e o Halloween. Por isso, o Peixe Urbano selecionou algumas dicas de como economizar na Disney, mesmo com a moeda americana nas alturas.

Fuja das férias escolares: nos meses de dezembro, janeiro e julho as crianças estão de férias da escola. Por isso, há um aumento na procura, e consequentemente os preços de passagens e estadia ficam mais altos. Então, a dica é buscar a baixa temporada.

Hotéis fora do parque: apesar de os hotéis situados dentro do parque serem muito bonitos e parte do encanto, eles são bem mais caros que uma estadia tradicional. E, pensando bem, quem vai para a Disney não fica muito tempo no quarto. Para economizar, a ideia é procurar uma estadia mais em conta nos arredores dos parques.

Evite comprar comida dentro do parque: como é de se esperar, as refeições e lanches lá dentro são mais caras do que fora. Então, a dica é tomar um café-da-manhã reforçado no hotel e levar lanches na mochila. Claro que não substitui o almoço e é gostoso experimentar os quitutes especiais da Disney, mas não precisa gastar tudo com comida por lá.

Busque ofertas: vários sites como o Peixe Urbano oferecem promoções de pacotes para Orlando, muitas vezes já com passagem e hotel inclusos. Além de serem bem mais em conta, também possuem a praticidade de ter tudo no mesmo lugar.

Veja também: 15 dicas sobre o que fazer antes de viajar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui