Expectativa x Realidade: veja em torno de alguns dos destinos mais procurados no mundo, nem tudo são só “flores”.

As pirâmides de Giza, Cairo (Egito).

Como te vendem:

Como realmente é:

Imaginariamente, as pirâmides e uma esfinge no meio de um deserto solitário, com o Sol ao fundo. Na verdade: Um lugar onde existem prédios de apartamentos a cem metros e a duzentos um restaurante chinês. Há a vantagem de que você não precisará montar em camelos para chegar até elas (se for essa uma vantagem).

Taj Mahal, Agra (India)

Como te vendem:

Como é:

Não espere ver em seu interior luxuosos salões e quartos, a construção está realmente deteriorada e todo o conjunto parece um mausoléu gigante. A “nebla” que se observa em algumas fotografias não passa de uma nuvem de contaminação. E como se fosse pouco, logo atrás da entrada há uma cidade horrível, com bairros semi-favelas onde os esgotos, que fazem de “afluentes” o rio Yamuna, estão ao ar livre.

As encostas dos dutos estão cheias de lixo no meio da cidade, servindo de curral para porcos. Fora isso tudo, não há muito para ver, exceto o quarto de hotel.

Torre de Pisa (Itália).

Como vendem:

Como é:

Ah, desculpe, mas em Pisa também não há muito o que ver. Há que lelar em conta que a torre era o campanário da catedral, motivo pelo qual não há nada dentro dela. Um poço oco como uma escadinha em espiral que sobe até o alto, onde há alguns sinos.

Você não pode acessar ou olhar para as varandas externas, fechadas com portões. Custa 18 euros para ver a torre, cuja grande virtude foi que as fundações, apesar de mal feitas, ainda não entraram em colapso.

A Grande Muralha, Pequim (China).

Como vendem:

Como é:

Nós ainda não tivemos o prazer de visitar a China. A experiência de visitar a Grande Muralha da China é mais ou menos como você vê na foto anterior.

A menos que você leve uma graninha a mais para acessar as seções menos frequentadas, tenha um motorista que o leve vários quilômetros até os acessos “conhecidos” para que você possa fazer um longo passeio sem ser incomodado por ninguém.

Siga a Trechos e Milhas no Instagram!!

Stonehenge (Reino Unido)

Como te vendem:

Como é:

Logo, se esperava ter uma experiência druida asseando por um prado verde e solitário, entre colunas de pedra, esqueça. Quando se permitia que as pessoas chegassem perto, o lugar vivia abarrotado de turistas, tanto dentro como fora do círculo. Agora só se pode ver um amontoado de pedras ao longe.

Calçada da Fama, (Estados Unidos).

Como te vendem:

Como é:

Realmente não sei o que veem de atrativo. Um simples lugar que pouco ou nada tem para oferecer, respeitável que alguns se sintam atraídos pela ideia de se encontrar com alguma celebridade. Em verdade você dificilmente encontrará alguém famoso passeando lá.

E ai viajante, conhece algum desses lugares ou todos eles? O que achou? Conta pra gente!

Veja também: Por que devemos abria as persianas da janela do avião?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui