França implementará quarentena de 14 dias para viajantes

França implementará quarentena de 14 dias para viajantes

No fim de semana, o governo francês anunciou que iria impor uma nova quarentena de duas semanas para quem entrasse na França. O anúncio causou confusão, pois parecia contradizer as notícias de que o país começaria a deixar o bloqueio na próxima segunda-feira. Desde então, o governo confirmou que as novas regras não se aplicarão a viajantes do Reino Unido, estados membros da UE daqueles na região de Schengen.

Esse novo esclarecimento do governo francês gerou esperanças de que as viagens internacionais, pelo menos na Europa, retornem em breve. O anúncio inicial causou muitos debates, pois os cidadãos franceses ainda estão sendo instruídos a não reservar férias a mais de 100 km de suas casas.

A introdução de regulamentos sobre viagens internacionais significa que a sugestão inicial do presidente Macron de fechar todas as fronteiras da UE até setembro parece improvável. No domingo, o ministro da Saúde da França disse que a nova quarentena se aplicaria a todos que chegassem em solo francês. No entanto, um tweet da Embaixada da França no Reino Unido confirmou que, na realidade, a nova quarentena não afetaria os que entravam na França da “ área europeia (UE, Schengen e Reino Unido)”.

Uma mensagem positiva

A notícia de que as fronteiras podem estar reabrindo na Europa é uma excelente notícia para as companhias aéreas. A quarentena de duas semanas para quem viaja dos EUA ou de outros países não europeus significa que é improvável que a indústria do turismo se recupere totalmente neste verão. No entanto, a livre circulação na Europa deve permitir às companhias aéreas reiniciar alguns horários de verão.

Obviamente, isso favorece as companhias aéreas com uma forte rede européia. Embora a China esteja começando a abrir novamente os aeroportos, uma quarentena de duas semanas limitaria o número de pessoas que entrariam na Europa. No entanto, companhias aéreas como Ryanair, Wizz Air e easyJet devem se animar com o anúncio da França. O tráfego das férias de verão ainda pode ser uma realidade.

Embora seja apenas a França que até agora sugeriu a abertura de restrições de viagem, outros países parecem dispostos a fazer o mesmo. França vai dar mais informações sobre o que vai acontecer depois que facilitar o lockdown no 11 º de maio, e mais países serão seguindo o terno. A Espanha agora permitiu que pessoas de fora se exercitem e, em vários países europeus, as escolas estão reabrindo.

Fonte: simpleflying.com

Quer receber conteúdo gratuito do Trechos e Milhas sobre viagens e milhas aéreas? Acesse nosso canal Telegram!

Veja também: vai viajar com bagagem de mão e não sabe o que é permitido levar? Então confira!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui