Latam retoma no Brasil quase 90% da sua oferta doméstica de assentos em novembro e reabre 15 rotas nacionais

Latam retoma no Brasil quase 90% da sua oferta doméstica: Percentual resulta da comparação com a capacidade (em ASK*) de novembro de 2019 (antes da pandemia de Covid-19), em comparação com novembro de 2020

Neste mês de novembro, a LATAM retoma no Brasil quase 90% da sua oferta doméstica de assentos (medida em ASK*) em comparação com novembro de 2019 (período anterior à pandemia de Covid-19). Ao todo, são 541 voos nacionais diários da LATAM no Brasil. Em conjunto, esses incrementos permitirão à LATAM fortalecer a sua malha aérea brasileira e já se preparar para atender a chegada da demanda da alta temporada 2021-2022.

Novo mundo. #NovaFormaDeVoar – LATAM Airlines Brasil – Viagens de negocios
Latam retoma no Brasil quase 90% da sua oferta doméstica de assentos em novembro e reabre 15 rotas nacionais

Mais eficiente, a LATAM já superou no Brasil os 44 aeroportos nacionais que atendia antes da pandemia, e já voa regularmente para 47 destinos no País, incluindo as inaugurações de operações aéreas em Juazeiro do Norte (CE) e Petrolina (PE) agora no início de novembro. Além disso, neste mês, a companhia está reabrindo mais 15 rotas nacionais: Belém-Macapá, Porto Seguro-Brasília, Brasília-Foz do Iguaçu, Brasília-Navegantes, Brasília-Palmas, Brasília-Uberlândia, Belo Horizonte/Confins-Fortaleza, Curitiba-Rio de Janeiro/Santos Dumont, Fortaleza-Maceió, Fortaleza-Natal, Fortaleza-Recife, Fortaleza-São Luís, Fortaleza-Salvador, Manaus-Porto Velho e São Luís-Teresina.

Do Brasil para o exterior, a LATAM retoma neste mês até 32% da sua oferta internacional de assentos (medida em ASK*) em relação a novembro de 2019, com voos já restabelecidos para 16 destinos. Agora no início de novembro, a companhia já retomou as rotas São Paulo/Guarulhos-Barcelona e Rio de Janeiro/Galeão-Santiago, que se somam às rotas que já haviam sido retomadas anteriormente de São Paulo/Guarulhos para Buenos Aires/Aeroparque, Buenos Aires/Internacional, Assunção, Bogotá, Paris, Frankfurt, Nova Iorque, Lima, Lisboa, Madri, Mendoza, México, Miami, Montevidéu e Santiago.

Siga a Trechos e Milhas no YouTube

Chegaremos ao final do ano prontos para atender a alta temporada de viagens no Brasil. Isso acontece porque estamos muito atentos à retomada da demanda. Também porque alcançamos um nível de eficiência operacional que nos permite voar no Brasil para mais aeroportos do que antes da pandemia. No mercado internacional, a retomada é menos acelerada, mas também estamos voltando a voar para cada vez mais destinos à medida que avança o processo de reabertura dos países”, afirma Diogo Elias, diretor de Vendas e Marketing da LATAM Brasil.

Como é voar na Classe Econômica do A350 da LATAM Airlines Brasil para a  Europa - Falando de Viagem
Latam retoma no Brasil quase 90% da sua oferta doméstica de assentos em novembro e reabre 15 rotas nacionais

Em outubro de 2021 (em comparação com outubro de 2019), a LATAM registrou no mercado doméstico brasileiro uma demanda de passageiros (medida em RPK**) de 83,9% e uma oferta de assentos (medida em ASK*) de 83,5%, resultando em uma taxa de ocupação de 85,8%.

Operação global do Grupo LATAM

Somadas todas as suas filiais, o Grupo LATAM prevê retomar até 62% da sua oferta total de assentos (em ASK*) em novembro de 2021, na comparação com novembro de 2019 (período antes da pandemia), e espera retomar mais de 65% desta capacidade até dezembro.

Ao todo, o Grupo LATAM deve operar neste mês quase 1.091 voos diários (domésticos e internacionais) para 125 destinos em 16 países. Na divisão de cargas, a companhia programou 1.100 voos em aeronaves cargueiras, com um nível médio de utilização 19% maior do que no mesmo mês de 2019. Todas as projeções estão sujeitas à evolução da pandemia, bem como às restrições de viagens estabelecidas pelos países.

Em outubro de 2021 (em comparação com outubro de 2019), o Grupo LATAM registrou uma demanda de passageiros (medida em RPK**) de 55,6% e uma oferta de assentos (medida em ASK*) de 57,5%, resultando em uma taxa de ocupação de 79,8% (redução de 2,7 pontos percentuais). No transporte de cargas, também em comparação com outubro de 2019, registrou uma ocupação de 60,7% (aumento de 6,1 pontos percentuais).

*ASK: sigla em inglês para Assentos‐Quilômetros Oferecidos

**RPK: sigla para Passageiros-Quilômetros Transportados

Veja também: C6 Bank lança C6 Platinum

spot_img

Leave a reply

Please enter your comment!
Please enter your name here

Trechos e Milhas