Londres pode em breve ser conectada por trem de alta velocidade a mais cidades europeias

 

Londres pode em breve ser conectada por trem de alta velocidade a mais cidades europeias
Londres pode em breve ser conectada por trem de alta velocidade a mais cidades europeias

 

 

Dois dos maiores operadores ferroviários da Europa, o Eurostar – que opera através do Túnel da Mancha – e o operador franco-belga Thalys planejam fundir e criar uma ampla rede ferroviária de alta velocidade.

 

A fusão abriria caminho para novas rotas diretas para a Europa a partir da Estação St Pancras, em Londres, e tornaria mais conveniente pegar o trem em vez de voar.

 

O projeto, chamado “Green-Speed”, permitiria ao fornecedor do trem lançar novas rotas do Reino Unido para pelo menos oito novas cidades pela primeira vez, incluindo a Alemanha.

 

O objetivo é melhorar as conexões entre Bélgica, Grã-Bretanha, França, Alemanha e Holanda.

 

A Grã-Bretanha já está conectada a vários destinos europeus através de seu hub Eurostar em Londres St. Pancras. Os passageiros podem viajar diretamente para cidades como Amsterdã, Bruxelas, Calais, Lille, Lyon, Paris e Roterdã. No inverno, também existem serviços diretos de Londres aos Alpes.

 

Quer receber as promoções do Trechos e Milhas no seu Whatsapp? Clique aqui e se cadastre! É grátis!

 

Talvez as adições mais interessantes à rede de rotas sejam cidades da Alemanha – a primeira vez que seria possível viajar de trem diretamente do Reino Unido para cidades como Colônia.

 

A viagem levaria cerca de cinco horas e meia e também poderia chegar a Aachen, Essen, Dortmund e Dusseldorf. Outras novas cidades incluiriam potencialmente Antuérpia e Liège na Bélgica, além de Bordeaux, França, uma jornada que levaria cerca de quatro horas e meia.

 

Para os passageiros cuja única opção atualmente é voar de Londres para cidades como Colônia e Bordéus, essas novas conexões rápidas podem economizar tempo e dinheiro, cortando viagens de e para aeroportos, além de esperar pelo embarque e coleta de bagagem.

 

O projeto Green-Speed ​​é apoiado pela Companhia Ferroviária Nacional da Bélgica e pela empresa ferroviária estatal francesa SNCF. Ambas as empresas têm participação no Eurostar e Thalys.

 

As notícias são divulgadas depois que a KLM, companhia aérea holandesa, anunciou planos de trocar um de seus vôos diários de Amsterdã (AMS) para Bruxelas (BRU) com uma conexão ferroviária de alta velocidade.

 

Fonte: thepointsguy.com

 

Veja também: passo a passo de como tirar o seu passaporte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui