Um Airbus A321 da Ural Airlines, com 226 passageiros e 7 tripulantes a bordo estava na subida inicial através de 750 pés fora da pista de Zkukovsky, precisou fazer um pouso de emergência nesta quinta-feira 15/08, em um milharal na região de Moscou, após a aeronave colidir com um bando de aves e ingerir aves em ambos os motores.

 

Impressões do local do acidente

 

 

O Ministério da Saúde da Rússia informou que 23 pessoas, incluindo nove crianças, ficaram feridas e foram hospitalizadas.

 

 

A aeronave foi encontrada fora do aeroporto, o motor da mão direita estava fumegando, mas sem incêndios, sem vazamento de combustível, a cabine foi inspecionada por pessoas dentro, os motores foram pulverizados para resfriamento.

 

 

Oito ônibus foram enviados para o local do acidente para devolver os passageiros ao aeroporto de Zhukovsky.

 

 

A agência russa de transporte aéreo federal, Rosaviatsia , relatou que, logo após a decolagem, a aeronave colidiu com um bando de gaivotas, e sua entrada nos motores causou interrupções significativas em seu trabalho.

 

 

A tripulação decidiu pousar para a frente. A aterrissagem forçada ocorreu em um campo de milho entre os marcadores intermediário e externo (da direção oposta do sistema de aterrissagem do ILS). 

 

 

Os passageiros afetados foram imediatamente levados para um centro médico em Zhukovsky, os outros passageiros foram levados de volta para o aeroporto de Zhukovsky.

 

A tripulação disse à imprensa russa que o problema começou logo após a decolagem, quando um pássaro atingiu o motor da mão esquerda, fazendo com que ele falhasse completamente, logo seguido de outro ataque com a ave no motor da mão direita. 

O capitão assumiu o controle e pousou a aeronave em um campo aberto. 

O Comitê de Investigação da Rússia vai apurar o incidente.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui