RIOgaleão adere à campanha: A partir desta sexta-feira (16/10), turistas encontrarão promoções em todos os setores que atuam na cadeia receptiva no Rio de Janeiro

A partir desta sexta-feira (16/10), o Rio de Janeiro ganhará uma ação inédita de alinhamento entre todos os setores que atuam direta ou indiretamente no turismo para acelerar sua retomada. Serão duas semanas inteiras de descontos imperdíveis e exclusivos para os turistas aproveitarem desde o momento do embarque.

Batizada de “Mais Rio por Menos”, a ação promocional é uma iniciativa do Sindicato dos Meios de Hospedagem do Rio de Janeiro (Hotéis Rio) e da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro (ABIH-RJ), que conta com a adesão do RIOgaleão e de toda a cadeia receptiva do turismo – hotéis, restaurantes, equipamentos turísticos, shopping centers e terminais rodoviários do Rio e dos principais destinos emissores, seja através de descontos ou apoio na divulgação. A iniciativa foi abraçada pelo publicitário Roberto Medina, que assina a campanha.

No Aeroporto Internacional Tom Jobim, o visitante encontrará descontos em 18 estabelecimentos comerciais localizados no terminal de passageiros. Entre os participantes, estão sete opções de alimentação e 11 de varejo, localizadas tanto na área pública quanto nos embarques doméstico e internacional.

RIOgaleão se destaca em ações de combate à Covid-19

A reabertura de equipamentos turísticos, parques e hotéis mostra que o Rio de Janeiro está pronto para receber os turistas que quiserem visitar a Cidade Maravilhosa. Tudo alinhado com os protocolos de combate ao Coronavírus, para garantir o cumprimento das normas de prevenção à Covid-19 na segurança de profissionais e visitantes, neste momento em que as viagens retornam à rotina dos brasileiros.  

Como porta de entrada do turismo no estado do Rio, o RIOgaleão foi o primeiro terminal aéreo do Brasil a conquistar o selo Safe Travels do WTTC (Conselho Mundial de Viagens e Turismo), que atesta o desenvolvimento de ações para prevenção à Covid-19. Além do selo de alcance mundial, que tem respaldo da Organização Mundial de Turismo, o aeroporto também conquistou o selo Turismo Consciente, concedido pela Secretaria de Estado de Turismo do Rio de Janeiro (SETUR-RJ). O Aeroporto Internacional Tom Jobim já está reconectado com 21 cidades brasileiras, entre elas todas as capitais estaduais do Sul, Sudeste e Nordeste, além de outras rotas no Brasil e internacionais.

“O RIOgaleão está desempenhando um papel relevante na retomada da economia do Rio de Janeiro neste cenário de retorno de turistas ao destino. A união de toda a cadeia produtiva do turismo é fundamental neste momento”, disse Patrick Fehring, diretor de Negócios Aéreos do RIOgaleão.

Mais Rio por Menos

Com alcance nacional e foco especial nos principais destinos de origem dos visitantes – São Paulo (capital, Campinas e Ribeirão Preto) e Minas Gerais (Belo Horizonte), a campanha Mais Rio por Menos acontecerá até o dia 30 de outubro, totalizando duas semanas completas, incluindo três fins de semana com descontos e vantagens exclusivas para os visitantes. O hotsite www.maisriopormenos.com reunirá todas as ofertas para que os turistas possam programar seus roteiros e aproveitar as condições especiais.

Com adesão histórica dos empresários fluminenses dos mais diversos segmentos, representantes do setor apostam na ação para acelerar uma resposta mais rápida do turismo doméstico.

“Estamos diante de uma parceria inédita, com enorme adesão dos diversos setores que, de alguma forma, compõem a experiência do turista. De transportes a shoppings, além, é claro, dos equipamentos turísticos e meios de hospedagem, todos darão seu apoio, oferecendo descontos imperdíveis ou mobilizando seus canais de divulgação para ampliar o alcance da campanha, com as mídias sociais como grande impulsionador”, destaca Alfredo Lopes, presidente do Hotéis Rio e do Conselho Deliberativo da ABIH-RJ.

Setor de Turismo é motor econômico do Rio

O turismo é um importante motor econômico da cidade, responsável por impactar direta e indiretamente mais de 500 setores produtivos da nossa economia, além de ser um dos principais pagadores de impostos. Somente na capital, são mais de 180 mil empregos gerados pelo setor hoteleiro.

“Sem uma ação promocional robusta, a recuperação total pode demorar até quatro anos. Sem verba pública para impulsionar a retomada, a união do setor mostra-se fundamental, não somente para a recuperação do turismo, mas também para o reaquecimento da economia. A adesão dos parceiros superou as expectativas, e essa união é fundamental para dar o fôlego que precisamos ao setor de turismo”, ressalta Paulo Michel, presidente da ABIH-RJ.

Veja também: Smiles lança serviço de extensão de validade de milhas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui